6 comentários sobre “124

  1. Sabes, anteontem quando comecei a dar volta às fotos que tirei na passagem do ano, senti mesmo satisfação, um orgulho meio tolo. Umas quantas resultaram mesmo bem.Olho para elas e até me custa a crer que sejam “minhas”.

  2. não sou totalmente má pessoa, mas também não ou totalmente boas pessoa. se tivesse que ser algo seria uma entremeada.e tudo isto porque me esqueci de agradecer. nem é preciso o freud para explicar. ou talvez seja. por causa disto aqui. ou seja: ter sentido a necessidade de agradecer. ou de pelo menos me ter culpabilizado por não ter agradecido.ou seja se me deixasse de merdas, dizia:Obrigado!(era muito mais simples, não era? :-))))(acho que nasci para ser gaja 🙂

  3. uiiii!!! :)Sem querer desencadear a terceira geurra mundial diria que o belo sexo tem o condão de conseguir conciliar a simplicidade e a complicação…

Deixar uma resposta