2 comentários sobre “464

  1. Seria o professor pardal, não fosse o facto de isto dar uma trabalheira.

    Nas maratonas há pontos críticos onde a vontade de desistir é enorme. E por aqui estou também a atravessar um desses pontos.

Deixar uma resposta