Há lá coisa melhor que deixar os passos na areia?